Em protesto, centenas de pessoas viram as costas para caixão de Margaret Thatcher

"Dez milhões para o funeral e para nós cortes e austeridade?", indagam opositores da ex-primeira-ministra

Redação

Entre vaias, centenas de manifestantes viraram as costas para o cortejo do corpo da ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher, que acontece nesta quarta-feira (17/04) em Londres. Sem nenhum registro de confusão ou violência, os protestantes ironizaram o custo do funeral, além de se negarem a prestar homenagem a Thatcher.

“Desperdício de dinheiro”, gritavam no momento que o corpo da ex-primeira-ministra passou em frente ao grupo de manifestantes [veja no vídeo abaixo].  “Dez milhões de euros para o funeral e cortes e austeridade para nós?”, bradaram durante todo o funeral.

O clima ficou tenso, no entanto, quando militares aplaudiam Margaret Thatcher em meio ao clima hostil entre os manifestantes. Alguns policiais pediram silêncio e chegaram a ameaçar os opositores da ex-premiê.




“Queremos manter um protesto digno. A nossa mensagem é que gastar 10 milhões de euros em tempos de austeridade, especialmente quando a ela está sendo imposta aos pobres, é errado”, afirmou Dave Winslow, um dos organizadores do protesto, em entrevista logo após o fim do cortejo.

A morte da ex-premiê despertou divergência entre os que admiram sua gestão e os que criticam as medidas impopulares adotadas pelo governo Thatcher. Durante o protesto, diversas pessoas associaram a grave crise econômica enfrentada pela Europa ao legado de austeridade da ex-premiê.

Durante a cerimônia, que reuniu dirigentes de diversos país, o bispo do Reino Unido, Richard Chartres, pediu que a controversa vida política de Thatcher fosse deixada de lado no momento. "Depois da tempestade de uma vida rodeada pela controvérsia política, há uma grande calma", disse o bispo.

Agência Efe

Militares carregam o corpo de Margaret Thatcher; funeral dividiu opiniões no Reino Unido

Além da rainha e de membros do governo, participaram da cerimônia os ex-primeiros-ministros britânicos John Major, Tony Blair e Gordon Brown. O caixão de Thatcher foi transportado para a catedral em uma carreta militar levada por seis cavalos e escoltada por membros das três Forças Armadas.

Segundo informações da Agência Efe, essa foi a primeira vez que a rainha assiste ao funeral de um primeiro-ministro desde 1965, quando esteve presente na despedida de Winston Churchill, considerado uma das figuras nacionais mais importantes da história por seu papel na Segunda Guerra Mundial.

Comentários