EUA negam autorização para filha de Raúl Castro receber prêmio na Filadélfia

Mariela Castro era esperada para uma conferência na próxima semana sobre direitos civis de comunidades LGBTT

Redação

A filha do presidente cubano Raúl Castro teve negada pelo Departamento de Estado americano a permissão para ir até a cidade da Filadélfia, na Pensilvânia, para participar de uma conferência e receber um prêmio por seu ativismo pelo direito dos homossexuais, segundo informações da agência AP

Leia entrevista com Mariela Castro:
1: Sobre homofobia, Fidel sempre assumiu responsabilidades, diz Mariela Castro
2: "PC era reflexo da sociedade cubana: machista e homofóbico", diz filha de Raúl
3: Mariela Castro: "uma nação socialista deve defender a igualdade de todos"
4: Mariela Castro: consenso é de que homofobia e "transfobia" são incoerentes com a Revolução

Mariela Castro era esperada para uma conferência na próxima semana sobre direitos civis de comunidades lésbicas, gays, bissexuais e transexuais, patrocinada pelo Fórum da Igualdade, de acordo com Malcolm Lazin, representante jurídico do organizador. Ao final do evento, a cubana receberia um prêmio após um jantar.

“Nós achamos chocante que nosso Departamento de Estado negue o direito de liberdade de expressão, particularmente em um encontro internacional sobre direitos civis, para qualquer pessoa, muito menos para a filha do presidente cubano”, disse Lazin.

Porta-voz do órgão do governo norte-americano, Noel Clay afirmou que não faria comentários sobre o caso porque os registros de vistos são confidenciais. Mariela estava em Nova York nesta quinta-feira participando de uma reunião das Nações Unidas.O Departamento de Estado proíbe diplomatas cubanos de viajar a mais de 40 quilômetros da região central de Manhattan.

Mariela, sobrinha de Fidel, é diretora do Centro Nacional para Educação Sexual de Cuba. Proeminente ativista no país, Mariela instituiu campanhas de conscientização e treinamento policial especificamente para lidar com a comunidade LGBT e age para legalizar a união entre pessoas do mesmo sexo.

Comentários