Autor de Claire de Lune, músico Claude Debussy é um dos pilares da música impressionista

Homenageado pelo Google, compositor francês influenciou de Tom Jobim a Miles Davis

Redação

Wikimedia Commons
O aniversário de 151 anos do músico e compositor francês Claude Debussy, celebrado nesta quinta-feira (22/08) na página inicial do Google, relembra sua música mais conhecida, Clair de Lune, e homenageia um dos principais ícones do movimento impressionista entre o fim do século XIX e o início do XX, ao lado de Maurice Ravel.

Mais conhecido na pintura e arquitetura, o Impressionismo na música se baseia mais na sugestão e na criação de uma atmosfera do que na simples narrativa de uma história ou na provocação de emoções, preferindo o imaginário e fantasioso ao real. Por muitas vezes, o efeito sonoro é mais importante que a própria melodia. Debussy, no entanto, renega esse mote, chamando de “invencionice dos críticos”.

O autor

Claude Debussy nasceu no dia 22 de agosto de 1862, na cidade de Saint-Germain-en-Laye, na França. Mais velho de uma família de cinco irmãos, ela era filho de um vendedor e uma costureira. Aos nove anos de idade, o então menino já demonstrava talento como pianista.

Entre suas obras mais famosas além das já citadas estão Quarteto em sol menor (1893); Prelúdio à Tarde de um Fauno (1894); La Mer (“O Mar”, de 1905); além da ópera Pelléas et Mélisande (1902). Sua vida não teve grandes percalços, exceto quando pediu o divórcio da segunda esposa para trocá-la pela mulher de um banqueiro. A ex-mulher tenta se matar com um tiro no peito, mas sobrevive e o estouro do escândalo foi inevitável.
 


A principal incentivadora no início da carreira de Debussy foi Madame Maute de Fleurville. Aos 11 anos, Debussy foi mandado para o Conservatório Musical de Paris. Com 22 anos de idade, ele ganhou um prêmio de música em Roma. Vencer o famoso "Grand Prix" rendeu uma bolsa de estudos em música clássica e alavancou a carreira do músico.



Influenciado pela obra do compositor alemão Richard Wagner e do russo Piotr Tchaikovsky, Debussy teve seu nome ligado à música impressionista durante a carreira. Em 1890, ele criou "Suite Bergamasque", que, entre outras obras, incluía Claire de Lune. Foi nomeado cavaleiro da Legião de Honra francesa em 1903, homenagem máxima concedida pelo governo francês.

O músico morreu em 1918, vítima de câncer, durante o último bombardeio alemão a Paris na I Guerra Mundial. Serviu como inspiração para muitos músicos como, por exemplo, Heitor Villa-Lobos, Tom Jobim, Miles Davis, George Gershwin e Igor Stravinsky.

Reprodução


Nesta quinta-feira, o Doodle (grafia especial utilizada na página inicial do buscador Google) relembra o músico e a música Clair de Lune com uma cena típica de uma noite de luar em um cenário com moinhos de vento, barcos, bicicletas e carros do início do século passado.
 

Comentários