Mídia internacional destaca pioneirismo do Brasil com Marco Civil da internet

Nova Constituição para internet pode servir de modelo para regulamentação da rede

Dodô Calixto

A mídia internacional repercutiu nesta quarta-feira (26/03) a aprovação do Marco Civil da Internet, votado ontem (25) à noite na Câmara dos Deputados em Brasília. “É uma grande vitória para o Brasil”, afirmou o portal RT, que enaltece o trabalho brasileiro para regulamentação da internet e contra a espionagem norte-americana.

Clique aqui e inscreva-se no canal de Opera Mundi no Youtube

Assista: "Brasil é primeiro país a defender neutralidade da internet", afirma Sérgio Amadeu


Em tramitação desde 2009, o projeto brasileiro prevê direito e deveres em relação à internet. A nova lei será votada agora no Senado brasileiro.

Os portais Global Voices e Bloomberg classificam a “A Nova Constituição para Internet” como um marco e exaltam o trabalho pioneiro. “A lei faz do Brasil o líder entre os maiores países do mundo em defesa do princípio de neutralidade de rede”, afirma o Bloomberg. “A lei de direitos na Internet se tornou trending topic no Twitter após Congresso brasileiro aprovar lei pioneira para o direito dos usuários de internet".

espanhol El Pais destacou que o projeto estava na pauta da Câmara dos Deputados há mais de dois anos, “mas só ganhou força após o escandâlo de espionagem massiva dos EUA e as denúncias de Edward Snowden”.

O portal oficial da Nasdaq, no entanto, afirma que a aprovação só foi possível após acordo entre governo e oposição para retirar do texto do Marco Civil parágrafos que poderiam prejudicar investidores da internet. “Ter um centro de armazenamento de dados (parágrafo negociado) poderia custar milhões de dólares para empresas de internet, como o Google", afirma Nasdaq.

Comentários

Leia Também