Ted Cruz surpreende e bate Trump em Iowa; democratas Hillary e Sanders empatam

Senador desmente pesquisas de opinião e supera o empresário como preferido dos eleitores republicanos no Estado; entre os democratas, diferença é de 0,35%

Redação

Atualizada às 10:21

O senador pelo Texas Ted Cruz derrotou o empresário Donald Trump entre os republicanos na primeira etapa de votação para a escolha do candidato ou candidata presidencial de cada partido, realizada na noite desta segunda-feira (01/02) no Estado de Iowa, no nordeste dos Estados Unidos. Entre os democratas, Hillary Clinton e Bernie Sanders acabaram tecnicamente empatados com uma leve vantagem para Hillary e com Sanders encarando o empate como uma vitória.

Cruz, que vinha em segundo lugar nas pesquisas de opinião, superou Trump confortavelmente entre os eleitores republicanos. Com 99,9% dos votos computados, Cruz tem 27,65% (enquanto as pesquisas lhe atribuíam 23%) e Trump tem 24,31% (contra os 28% estimados anteriormente). Marco Rubio, senador pela Flórida, também surpreendeu, fechando com 23,09%, contra os 15% que lhe davam as pesquisas de opinião.

Agência Efe

O senador pelo Texas e pré-candidato republicano Ted Cruz saúda apoiadores após vencer disputa em Iowa

O senador pelo Texas, que visitou todos os 99 distritos de Iowa nas últimas semanas em busca de votos, afirmou após a divulgação dos resultados que esta era uma vitória dos “conservadores corajosos” do Estado. “Iowa mandou a mensagem de que o candidato republicano e o próximo presidente dos EUA não será escolhido pela mídia, nem pelo establishment de Washington, nem pelos lobbistas, mas será escolhido pela mais poderosa e incrível força onde a soberania reside em nossa nação: o povo norte-americano.”

Cruz, que tenta se vender aos eleitores republicanos como um novo Ronald Reagan e baseia sua candidatura no voto ultraconservador e evangélico, afirmou que o resultado em Iowa mostra que seus apoiadores estão ansiosos para voltar ao “livre mercado” e a “valores judaico-cristãos”.

Agência Efe

O pré-candidato republicano Marco Rubio também surpreendeu em Iowa, ficando com 23,09% dos votos

Donald Trump reconheceu a derrota e se disse "honrado" pelo segundo lugar. "No dia 16 de junho, quando eu comecei essa jornada, todo mundo me disse: 'não vá a Iowa'. Eu disse que eu tinha que fazer isso. E nós terminamos em segundo e eu estou simplesmente honrado. Estamos muito felizes com a maneira como as coisas aconteceram."

Além de Cruz, Marco Rubio também se fortaleceu com a votação em Iowa, que lhe rendeu um terceiro lugar bem próximo de Trump na disputa republicana. "Este é o momento que disseram que nunca ia acontecer. Por meses, nos disseram que não tínhamos chance", declarou Rubio após a divulgação dos resultados.
 

Agência Efe

A pré-candidata democrata Hillary Clinton comemora a estreita vitória em Iowa ao lado do marido, Bill, e da filha, Chelsea

Já Hillary Clinton não teve tanto a comemorar, visto que os 2 pontos percentuais de vantagem sobre o senador por Vermont Bernie Sanders estimados pelas pesquisas de intenção de voto se tornaram 0,35% após a votação. Com 99,9% dos votos contados, Hillary tem 49,89% e Sanders a acompanha de muito perto com 49,54%. Segundo o jornal Des Moines Register, em cinco distritos eleitorais o voto democrata foi decidido no cara ou coroa – todos vencidos por Hillary. Cada candidato ficou com a metade dos 44 delegados democratas no Estado.

Apesar da estreita vitória, a pré-candidata afirmou que está “respirando aliviada” e saudou o “confronto de ideias” que tem guiado a disputa entre ela e Sanders. “Estou muito animada em debater com o senador Sanders sobre a melhor maneira de encaminhar a luta por nós, norte-americanos.”

Sanders comemorou o empate como uma vitória e afirmou que este é um sinal de que os norte-americanos estão “famintos por mudanças mais radicais” do que as oferecidas pelos outros candidatos. “Esta noite é um começo maravilhoso para a campanha nacional”, disse ele. “Enfrentamos apenas um dos grandes desafios diante de nós. O que sempre me incomodou foi que as pessoas me diziam: 'Eu gosto de você, Bernie. Eu quero votar em você, mas não acho que você possa ganhar.' Hoje nós demos um passo gigantesco para superar essa dúvida em muitos eleitores”, declarou Sanders ao The Guardian.
 
A próxima etapa da escolha dos candidatos de cada partido será no Estado de New Hampshire, na próxima terça-feira (09/02). Lá, pesquisas indicam que Sanders tem 55,5% das intenções de voto dos eleitores democratas, contra 37,5% de Hillary, enquanto Donald Trump lidera entre os republicanos com 33,2% das intenções contra 11,5% de Cruz, empatado com John Kasich, governador do Estado de Ohio. Marco Rubio tem 9,5%, atrás também de Jeb Bush, que tem 10,3%.
 
A disputa segue por cada Estado dos EUA até julho, quando cada partido deve anunciar seu candidato ou candidata para as eleições presidenciais, que serão realizadas em novembro.
 

Agência Efe

O pré-candidato democrata Bernie Sanders comemora empate com Hillary em Iowa

Comentários