Evo Morales expressa indignação por 'golpe congressista e judicial' no Brasil

Morales acrescentou que os "povos humildes" condenam "o atentado contra a democracia e a estabilidade econômica do Brasil e a região"

Agência Efe

O presidente da Bolívia, Evo Morales, escreveu nesta quinta-feira (12/05) em sua conta no Twitter uma mensagem de solidariedade à presidente Dilma Rousseff, afastada hoje do cargo pelo Senado, e afirmou que sente sua mesma indignação frente "ao golpe congressista e judicial" no Brasil.

"Irmã presidenta @dilmabr, sentimos a mesma indignação que a senhora e seu povo frente ao golpe congressista e judicial", afirmou o presidente boliviano em sua conta @evoespueblo.
 


Morales acrescentou que os "povos humildes" condenam "o atentado contra a democracia e a estabilidade econômica do Brasil e a região".

O até agora vice-presidente Michel Temer assumiu hoje a presidência interina do país após o afastamento de Dilma por uma decisão do Senado de iniciar um julgamento político que pode cassar seu mandato.

Pouco antes, o ex-presidente boliviano Jorge Quiroga (2001-2002) havia afirmado que a mudança na presidência do Brasil e a designação do novo chanceler, José Serra, representam "o princípio do fim do chamado socialismo do século XXI".

Agência Efe

Presidente boliviano Evo Morales prestou solidariedade à colega brasileira Dilma Rousseff

Comentários