Ex-presidente espanhol mostra 'preocupação' por situação institucional do Brasil

José Luis Rodríguez Zapatero afirmou contemplar 'com certa dificuldade' como impeachment 'pode levar à cassação de uma presidente eleita pelos cidadãos'

Agência Efe


Acompanhe a cobertura de Opera Mundi e da Revista Samuel, com reportagens especiais, entrevistas e análises sobre o processo de impeachment que tramita no Congresso Nacional brasileiro contra a presidente Dilma Rousseff

O ex-presidente do governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero classificou nesta sexta-feira (14/05) como "preocupante" a situação institucional do Brasil, em referência ao julgamento que pode levar ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Agência Efe

José Luis Rodríguez Zapatero disse contemplar "com certa dificuldade" como processo pode levar à cassação de uma presidente eleita

Após participar de um painel sobre processos eleitorais organizado pela JCE (Junta Central Eleitoral) dominicana, o ex-mandatário espanhol afirmou que contempla "com certa dificuldade como este processo pode levar à cassação de uma presidente eleita pelos cidadãos".

 

"Este impeachment levará à reflexão em toda a América Latina e abrirá um debate sobre este mecanismo", disse Zapatero que, embora tenha ressaltado que respeita "o processo interno", reiterou sua "preocupação com o futuro imediato" do Brasil.

O ex-presidente espanhol evitou chamar este processo de "golpe de Estado" em resposta a perguntas de jornalistas. "Não gosto de utilizar estas palavras e menos em um país que não é o meu. Simplesmente expresso preocupação", acrescentou Zapatero, que disse ter Dilma "em grande consideração".

Comentários