Dilma diz ter recebido carta do papa Francisco

Informação havia sido divulgada no início do mês pelo teólogo Leonardo Boff; presidente afastada afirmou que gostaria de ser recebida por líder da Igreja Católica

Ansa

A presidente afastada Dilma Rousseff confirmou nesta quinta-feira (18/08) que recebeu uma carta do papa Francisco, como havia sido adiantado pelo teólogo Leonardo Boff no início de agosto.

No entanto, a mandatária não quis dar mais detalhes sobre o assunto. "Ele escreveu uma carta para mim, mas não vou dizer mais nada sobre isso. Digo apenas que não foi uma carta oficial", declarou Dilma, respondendo a uma pergunta da ANSA em entrevista para agências internacionais no Palácio da Alvorada.

Roberto Stuckert Filho/PR

Presidente afastada participou de entrevista coletiva com repórteres de agências internacionais

"Não foi uma carta do Papa em sua condição de representante do Vaticano, não tem importância [o conteúdo]. Não é uma carta para ser divulgada", disse, acrescentando que gostaria muito de ser recebida pelo líder da Igreja Católica.


 

Segundo Boff, a correspondência foi entregue logo após a abertura do processo de impeachment contra a presidente. Oficialmente, o Vaticano não comenta a crise política no Brasil, mas o Papa, em maio passado, chegou a dizer que rezava pela "harmonia" e pela "paz" no país.

Agência Efe

Papa Francisco viajou ao Brasil em 2013 para participar da Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro

Francisco sempre manteve uma boa relação com Dilma, tendo inclusive recebido a petista em fevereiro de 2014. Além disso, o Brasil foi o destino de sua primeira viagem internacional, em julho de 2013, para a Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro.

 

Comentários

Leia Também