Nissan estima que 20% das vendas da marca na Europa até 2020 sejam de veículos não poluentes

Diretor da empresa japonesa diz estar confiante e que isso 'só vai crescer'; sueca Volvo já anunciou que a partir de 2019 só produzirá carros elétricos

Redação

0

Todos os posts do autor

A Nissan anunciou na segunda-feira (10/07) que espera que a produção de carros com emissão zero de poluentes represente 20% de suas vendas na Europa até 2020.

Em comunicado, o diretor da divisão de Veículos Elétricos para Europa da montadora, Gareth Dunsmore, afirmou que “até 2020, quando as condições de mercado estiverem boas, estou confiante que estaremos vendendo até 20% do nosso volume em veículos de emissão zero, e isso só vai crescer”.

Dunsmore ainda disse ver com bons olhos o compromisso assumido pelo ministro do Meio Ambiente francês, Nicolas Hulot, de recompensar cidadãos que optem por um veículo sustentável.

Foto/Divulgação

Nissan aposta que, até 2020, 20% de suas vendas serão de carros elétricos

O plano climático anunciado por Hulot no início de julho prevê o fim da venda de carros movidos a gasolina e gás diesel na França até 2040. Com essa medida, o governo francês pretende tornar o país neutro em carbono até 2050. Para o ministro, medida representou “uma verdadeira revolução”.

Volvo

Outra empresa a anunciar mudanças na produção de veículos foi a sueca Volvo, que afirmou no início de julho que a partir de 2019 só fabricará carros elétricos.

Segundo a empresa, o objetivo é vender 1 milhão de veículos até 2025, de variados modelos – de carros totalmente elétricos a versões híbridas.

Comentários

Leia Também