Boca de urna indica vitória de partido de Abe nas eleições do Japão

Segundo pesquisa, o Partido Liberal Democrata garantiria a maioria absoluta, voltando a dominar dois terços da Câmara Baixa; Abe convocou as eleições antecipadas com pretexto de fortalecer seu governo

Agência Efe

O partido do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, obteve uma clara vitória neste domingo (22/10) nas eleições antecipadas realizadas no país, de acordo com uma pesquisa de boca de urna divulgada pela emissora pública "NHK".

O Partido Liberal Democrata (PLD) conseguiu entre 253 e 300 deputados dos 465 que foram a Câmara Baixa do Parlamento, de acordo com as pesquisas, números que garantiriam a manutenção da maioria absoluta para Abe, que busca a reeleição para o cargo.

Segundo a pesquisa, o PLD garantiria a maioria absoluta - são necessárias 233 cadeiras, com a coalizão de governo voltando a dominar dois terços da Câmara Baixa. O principal aliado do partido de Abe, o Komeito, deve obter entre 27 e 36 vagas no parlamento.

O Partido Constitucional Democrático do Japão, liderado por Yukio Edano, uma divisão do extinto Partido Democrático, pode obter até 67 cadeiras, se tornando a primeira força de oposição a Abe.

Agência Efe

Abe convocou as eleições antecipadas com pretexto de fortalecer seu governo

Já o Partido Nova Esperança, criado antes das eleições pela popular governadora de Tóquio, Yuriko Koike, ficaria com entre 38 e 59 deputados, de acordo com a pesquisa de boca de urna.

Claro favorito em todas as pesquisas, Abe convocou as eleições no início do mês de forma antecipada com o pretexto de fortalecer seu governo para continuar implementando seu programa econômico e para lidar com a ameaça da Coreia do Norte.

As eleições estão sendo marcadas pela chegada ao Japão do tufão Lan, considerado "extremamente forte", e que trouxe forte chuvas e risco de deslizamentos de terra. Algumas cidades foram evacuadas e outros incidentes foram registrados por causa do fenômeno.

Essas condições meteorológicas adversas podem afetar a participação no pleito. A duas horas para o fechamento das horas, o índice era de 29,99%, 4,9 pontos percentuais menor do que na mesma hora das eleições de 2014, que atingiu níveis mínimos históricos de participação dos japoneses

 

Comentários

Leia Também