União Europeia remove definitivamente FARC de lista de organizações terroristas

Decisão de eliminar em definitivo a hoje Força Alternativa Revolucionária do Comum da lista já havia sido tomada pelos membros do bloco e foi ratificada na reunião desta segunda em Bruxelas

Redação (*)

Todos os posts do autor

A União Europeia decidiu nesta segunda-feira (13/11) remover, em definitivo, as FARC (antiga Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia e, hoje, Força Alternativa Revolucionária do Comum) da sua lista de organizações terroristas. Em setembro do ano passado, a UE já havia retirado temporariamente o grupo da relação.

Segundo a Agência Efe, a decisão de eliminar em definitivo as FARC da lista já havia sido tomada pelos membros do bloco e foi somente na reunião desta segunda em Bruxelas. O grupo havia sido incluído na relação em setembro de 2001.

No sábado (11/11), o eurodeputado espanhol Ramón Jáuregui, em entrevista à rádio colombiana Caracol, disse que a comunidade europeia via com satisfação o processo de paz no país. “Há uma disposição para que a implementação deste processo avance”, afirmou.

Por sua vez, o Alto Comissário pela Paz na Colômbia, Rodrigo Rivera, descreveu o anúncio da retirada definitiva como “uma notícia positiva que corresponde à verificação in loco que a comunidade internacional tem feito”.

A suspensão permite a retirada das sanções ligadas à presença na lista. Entre elas, estão o congelamento de recursos e a proibição da disponibilização de fundos ao grupo.

União Europeia

UE retirou definitivamente as FARC da lista de organizações terroristas

(*) Com Prensa Latina

Comentários