Polícia de Honduras reprime manifestação contra resultado eleitoral

Manifestantes acusam TSE de fraude nas eleições; Manuel Zelaya, ex-presidente do país, também foi atingido por bombas de gás lacrimogênio

Redação(*)

0

Todos os posts do autor

A população hondurenha nesta sexta-feira (12/01) saiu novamente às ruas de Tegucigalpa, capital de Honduras, para participar da marcha convocada pelo partido Aliança de Oposição Contra a Ditadura. Os manifestantes foram reprimidos pelas autoridades com gás lacrimogêneo. 

 

Eu apoio Opera Mundi

Eu apoio Opera Mundi

Eu apoio Opera Mundi

Cidadãos vieram às ruas em repetidas ocasiões como parte das medidas de pressão contra o governo de Juan Orlando Hernández e em defesa da vitória obtida por Nasralla nas eleições anteriores.

A Aliança pediu uma greve nacional de 20 a 27 de janeiro para exigir a renúncia de Hernandez, bem como novas mobilizações neste sábado (13/01). 
 
(*) Com Telesur

Comentários