Quadro de Modigliani é arrematado em leilão por valor recorde

‘Nu Couché’ foi pintado em 1917, pouco antes da morte do artista, em 1920; tela é a quarta mais cara da história

Redação (*)

0

Todos os posts do autor

Uma obra do artista italiano Amedeo Modigliani, representando uma mulher nua, foi leiloada nesta segunda-feira (14/05) por US$ 157,2 milhões pela casa de leilões Sotheby's, em Nova York.

Artista italiano Amedeo Modigliani/ Foto: Reprodução

O quadro Nu Couché (Nu Deitado) foi pintado em 1917, pouco antes da morte de Modigliani. A obra retrata uma mulher deitada de costas sob um lençol branco, olhando por cima dos ombros diretamente para o público. A obra é uma das mais famosas do pintor.

O artista concluiu 22 nus recostados e 13 sentados entre 1916 e 1919, a grande maioria está atualmente em museus, como no de Arte Moderna (MoMa) de Nova York. O Nu Couché é o único pintado pelo italiano que representa uma mulher nua da cabeça aos pés.

Com 147x89cm, a pintura ganhou destaque durante a retrospectiva no Tate Modern de Londres em novembro do ano passado. O museu ofereceu aos visitantes a chance de fazer um tour virtual pelo estúdio que Modigliani mantinha na capital francesa.

A quantia desembolsada tornou a tela a quarta obra de arte mais cara da história. Agora, Modigliani é superado apenas por Leonardo Da Vinci, Pablo Picasso e pelo próprio Modigliani, que em 2015 teve outro de seus nus leiloados por US$ 170,4 milhões.

Modigliani nasceu em 1884 na cidade de Livorno, na Itália, e morreu em 1920, em Paris, aos 35 anos, em decorrência de uma meningite tuberculosa.

 

Eu apoio Opera Mundi

Eu apoio Opera Mundi

Eu apoio Opera Mundi

Divulgação/Sotheby's

‘Nu Couché’ foi pintado em 1917, pouco antes da morte do artista


(*) Com Ansa

Comentários