Com vitória de Maduro, Venezuela triunfou ante o império norte-americano, diz Evo

Maduro venceu com folga as eleições presidenciais realizadas neste domingo, com quase 68% dos votos válidos

Redação

0

Todos os posts do autor

O presidente da Bolívia, Evo Morales, se pronunciou nesta segunda-feira (21/05) após a reeleição de Nicolás Maduro na Presidência da Venezuela. Para ele, a vitória de Maduro é um “triunfo” ante o “império norte-americano”.

“O povo venezuelano soberano triunfou novamente ante o golpismo e o intervencionismo do império norte-americano. Os povos livres jamais nos submeteremos. Felicidades ao irmão Nicolás Maduro e ao valoro povo da Venezuela”, disse,  via Twitter.

Maduro venceu com folga as eleições presidenciais realizadas neste domingo, com quase 68% dos votos. Em segundo lugar, ficou o oposicionista Henri Falcón, com 21,1%, seguido por Javier Bertucci, com 10,8% e Reinaldo Quijada, com 0,40%. Com a vitória, Maduro irá para seu segundo mandato como presidente da Venezuela, após assumir o cargo em 2012, quando o então presidente Hugo Chávez faleceu.

Discurso

Maduro falou a apoiadores em frente ao Palácio de Milaflores, em Caracas. “Estamos obtendo um recorde histórico, nunca antes um candidato havia ganhado com 68% dos votos populares [na Venezuela], e nunca antes havia conseguido 47 pontos de diferença em relação ao segundo candidato”, disse Maduro.

“Esta é a vitória número 22 em 19 anos [de chavismo], conquistada com base no esforço, no trabalho consciente, conquistada junto a um poderoso movimento, de um povo unido, de um povo lutador", disse Maduro, que dedicou a vitória ao ex-presidente Hugo Chávez. "Vocês confiaram em mim, e eu vou responder a essa confiança amorosa."

O agora presidente reeleito chamou os candidatos derrotados para conversar sobre o futuro do país. Maduro também anunciou que vai pedir a Lucena, ainda nesta segunda (21/05), a auditoria de 100% das urnas e a apuração de todas as denúncias de fraude durante o pleito. A lei eleitoral exige que apenas 54% sejam auditados.

Palacio de Miraflores

Evo Morales cumprimentou Maduro pela vitória

Comentários