Pedro Sánchez toma posse como premiê da Espanha

Pela primeira vez desde 1978, a tomada de posse ocorre sem a presença de uma Bíblia ou de um crucifixo

Redação(*)

0

Todos os posts do autor

O líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, foi empossado neste sábado (02/06), como primeiro-ministro da Espanha, após o triunfo da moção de censura contra o governo do ex-presidente Mariano Rajoy.

A moção de censura foi impulsionada pelo PSOE, liderado pelo próprio Sánchez depois de ouvir a sentença de corrupção do Partido Popular (PP), liderado por Rajoy.

Wikimedia Commons

Pedro Sánchez, secretário-geral do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) foi nomeado para o cargo nesta sexta-feira (01/06)

Na sentença que condenou o PP, conhecida como "Caso Gürtel", 29 dos julgados foram sentenciados entre 33 e 51 anos de prisão. O PP foi condenado a pagar mais de 240 mil euros por ter recebido verbas de fundos ilícitos.

Sánchez foi nomeado à presidência na sexta-feira passada (01/06) depois de ter prosperado a moção de censura com 180 votos a favor, 169 contra e uma abstenção. Com apenas 84 deputados no Parlamento, o PSOE deverá formar um novo governo de coalizão para governar.

*Com teleSUR

Comentários