Argentina pune torcedor do país que constrangeu mulher de 15 anos na Rússia

Em vídeo, homem argentino de 50 anos aparece conversando com jovem russa, pedindo que ela repita palavras ofensivas em espanhol; torcedor teve seu FAN ID suspenso

Redação

0

Todos os posts do autor

O Ministério de Segurança da Argentina baniu a entrada de um torcedor do país nos jogos da seleção nacional na Copa do Mundo na Rússia após ele ter gravado um vídeo ofendendo uma mulher russa de 15 anos de idade.

Néstor Fernando Penovi tem 50 anos de idade e é dono de uma concessionária de automóveis na cidade de Wilde, na província de Buenos Aires. Em vídeo, ele aparece conversando com uma cidadã russa e pede que ela repita palavras em espanhol, língua desconhecida pela jovem.

“Olá argentinos. Venham para cá. Quero chupar pinto”, foi o que Penovi fez a mulher repetir, concluindo o vídeo chamando-a de “bonita”.

Guilhermo Madero, diretor nacional de segurança em espetáculos futebolísticos do ministério, condenou a atitude do turista e explicou as medidas legais para impedir a entrada do torcedor nos estádios.

“Hoje logo identificamos o cidadão argentino e enviamos uma nota ao governo da Rússia e ao Ministério de Assuntos Interiores para que se proíba seu ingresso nos estádios”, disse Madero.

O argentino teve suspenso seu FAN ID, uma espécie de "crachá" para os turistas que foram à Rússia para acompanhar o Mundial.

Reprodução

Em vídeo, homem argentino de 50 anos aparece conversando com jovem russa, pedindo que ela repita palavras ofensivas em espanhol

“Esse tipo de conduta não são as que nos representam, nem as que queremos como exemplo para a sociedade argentina e menos para os turistas que nos representam pelo mundo”, concluiu o funcionário do governo.

Em nota, a embaixada da Rússia na Argentina declarou estar indignada com a situação e disse esperar um pedido de desculpas público.

“A Embaixada da Rússia na Argentina se encontra profundamente indignada pelo disparate obsceno e ofensivo cometido, segundo informação difundida em redes sociais, na Federação da Rússia por um dos turistas estrangeiros supostamente proveniente da República argentina. Esperamos que não falte coragem a esta pessoa para apresentar publicamente suas devidas desculpas”, afirma a nota.

De acordo com Madero, essa é a única punição possível no momento, pois não existem denúncias contra o torcedor. Se a jovem que aparece no vídeo prestar queixas do ocorrido, o argentino poderá ter seu visto retirado e ser expulso do país.

Comentários