Maduro diz que vai derrotar Pence 'onde quer que ele esteja'; vice dos EUA está na América do Sul

Mandatário venezuelano chamou vice-presidente norte-americano de 'fracassado e derrotado' e afirmou que 'a Revolução Bolivariana se faz cada vez mais forte'; Pence já passou por Brasil e Equador

Redação

0

Todos os posts do autor

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou nesta quarta-feira (27/06) que aonde for o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, será “derrotado de forma contundente”. Pence está em viagem por países da América do Sul e já passou por Brasil e Equador.

Maduro chamou o vice-presidente norte-americano de “fracassado e derrotado” e disse que “te derrotamos e vamos te derrotar onde estiver, para onde você viaje, Mike Pence, a Revolução Bolivariana se faz cada vez mais forte”.

O presidente venezuelano também mencionou a votação do projeto proposto pelo governo dos EUA de retirar a Venezuela da OEA, dizendo que obteve "uma vitória diplomática em Washington". “O imperialismo sentiu o gosto da derrota na OEA. A equipe campeã da nossa chancelaria triunfou sobre as pretensões do vice-presidente Mike Pence”, disse Maduro.

Maduro se refere ao texto aprovado na OEA que não reconhece as eleições presidenciais realizadas em maio no país. A organização disse que o pleito "carece de legitimidade”, fala sobre a necessidade do que chamou de “medidas urgentes” para solucionar o “crescente número de migrantes e refugiados venezuelanos” e pedia a aplicação dos artigos 20 e 21 da Carta Democrática da Interamericana. Este último fala sobre suspender um país no qual se reconhecesse que houve uma “ruptura democrática”.

A resolução, sem este último ponto, precisava de maioria simples (18) para ser aprovada, o que efetivamente aconteceu. No entanto, para que os dois artigos fossem aplicados, havia a necessidade de 24 votos a favor, equivalente a dois terços do total. Caracas vê o fato como uma derrota para EUA, já que Washington não tem os votos necessários para tirar o país.

Flickr

Maduro chamou o vice-presidente norte-americano de 'fracassado e derrotado'

Em visita ao Brasil na última terça-feira (19/06), Pence criticou a Venezuela e cobrou mais pressão do governo brasileiro sobre o país vizinho. “Enquanto Maduro negar a democracia e os direitos básicos ao seu povo a Venezuela continuará se desmontando e os venezuelanos continuarão sofrendo. Ele destruiu a democracia da nação e construiu uma ditadura brutal”, disse o norte-americano.

Pence ainda recomendou ao governo do Brasil que “é hora de pressionar e de atuar com mais firmeza para restaurar a democracia na Venezuela”.

Comentários