Wikicommons

Justiça do Peru ordena prisão de filha do ex-ditador Alberto Fujimori

Keiko Fujimori é fundadora e líder do partido Força Popular e concorreu à Presidência do Peru em 2011 e 2016

Redação

Todos os posts do autor

A Justiça do Peru ordenou nesta quarta-feira (10/10) a prisão preventiva da líder do partido de direita Força Popular, Keiko Fujimori.

A política é acusada de participar de um esquema de lavagem de dinheiro e ficará presa por 10 dias, até nova decisão do Judiciário.

As acusações contra Keiko tratam de verbas recebidas pelo partido para financiar a campanha presidencial dela em 2011. De acordo com o Ministério Público, o partido teria recebido doações ilícitas da construtora Odebrecht.

Outros 19 suspeitos também foram detidos pela Justiça, incluindo os ex-ministros Jaime Yoshiyama e Augusto Bedoya, por suposto envolvimento no caso.

Keiko é filha do ex-ditador peruano Alberto Fujimori, que governou o país entre 1990 e 2000. É fundadora e líder do partido fujimorista Força Popular. Segundo a advogada de Keiko, "não existem argumentos válidos" para explicar a decisão da justiça.

Comentários