Coreias do Norte e do Sul abrem estrada que liga os dois países

Obra se tornou primeira conexão viária em funcionamento entre os dois países em 14 anos; trecho servirá para auxiliar em escavações de restos mortais de soldados mortos na Guerra da Coreia

Redação

Todos os posts do autor

A Coreia do Norte e a Coreia do Sul abriram nesta quinta-feira (22/11) uma estrada de três quilômetros que cruza a fronteira ligando os dois países. O trecho se tornou a primeira conexão viária entre as nações em 14 anos.  

A obra, que está dentro da Zona Desmilitarizada, começa na província sul-coreana de Cheorwon, a 90 km de Seul, e servirá para auxiliar em escavações de artefatos e restos mortais de soldados mortos na Guerra da Coreia (1950-1953).

A medida faz parte de um acordo assinado entre Pyongyang e Seul em 15 de outubro que visava reconectar ferrovias e estradas entre os dois territórios da Península. 

"Ela carrega um grande significado porque a estrada foi construída em Cheorwon, que fica bem no centro da Península", disse o ministro da Defesa da Coreia do Sul em nota.

Segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap News, a parte da estrada que fica no norte possui cerca de 1,3 km, enquanto que a parte sul tem 1,7 km. Ainda de acordo com a agência, a via servirá para transportar equipamentos e equipes de trabalho para as escavações a partir de abril de 2019.

O projeto das escavações foi acertado entre os governos coreanos durante cúpula em que se assinaram acordos pela desmilitarização da fronteira entre os países.

De acordo com a Yonhap News, estima-se que mais de 200 soldados coreanos estejam enterrados na região, além de dezenas de combatentes da ONU, militares franceses e norte-americanos.

Reprodução
Medida faz parte de um acordo assinado entre Pyongyang e Seul em 15 de outubro que visava reconectar ferrovias e estradas

Comentários