Empresário canadense é preso na China em meio a crise diplomática por detenção de diretora da Huawei

Executivo Michael Spavor fazia viagens frequentes à Coreia do Norte e estava baseado em Dandong, cidade próxima à fronteira entre os dois países; diretora da Huawei foi libertada

Redação

Todos os posts do autor

O Ministério das Relações Exteriores da China informou nesta quinta-feira (13/12) que o o executivo canadense Michael Spavor está preso no país. Segundo a imprensa da província de Liaoning, no nordeste chinês, Spavor estaria detido desde o último dia 10.

O empresário fazia viagens frequentes à Coreia do Norte e estava baseado em Dandong, cidade próxima à fronteira entre os dois países. Ele tinha relações próximas com o líder norte-coreano Kim Jong-um, com quem já se reuniu algumas vezes.

O ministro das Relações Exteriores canadense, Guillaume Bérubé, confirmou que Spavor entrou em contato com autoridades na última semana dizendo que "estava respondendo a perguntas" das autoridades chinesas. No último domingo (09/12), ele publicou em sua conta no Facebook que tinha viagem programada para Seul, na Coreia do Sul, mas não chegou na segunda-feira (10/12), conforme o planejado.

Spavor comanda uma organização chamada Paektu Cultural Exchange, que organiza viagens de negócios, cultura e turismo à Coreia do Norte. Foi ele quem promoveu a visita do ex-jogador de basquete norte-americano Dennis Rodman a Kim Jong-un, em 2013. Rodman é amigo pessoal do mandatário norte-coreano.

A prisão acontece no momento em que China advertiu o Canadá sobre consequências da prisão da diretora financeira da Huawei, Meng Whanzou, feita a pedido do governo dos Estados Unidos no último dia 1º. A detenção ocorreu em Vancouver, sob acusação de violação a sanções norte-americanas ao Irã. Whanzou pagou fiança e foi liberada, mas continua sob vigilância.

Na última terça-feira (11/12), o ex-diplomata canadense Michael Kovrig foi preso em Pequim. Segundo o governo, a ONG em que Kovrig trabalha, o International Crisis Group (ICG, na sigla, em inglês), não possui autorização para operar em território chinês.

(*) Com Ansa

Reprodução/Twitter
Empresário Micheal Spavor canadense foi preso na China

Recomendadas para você

Comentários

Leia Também