Cuba avalia danos do tornado: ‘São severos”, diz presidente

Atenção aos mais de 172 feridos e a restauração dos serviços básicos nos municípios afetados foram as primeiras medidas tomadas pelos ministros para avançar com a recuperação

Redação

São Paulo (Brasil)

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, encabeçou nesta segunda-feira (28/01) uma reunião com o Conselho de Ministros para avaliar as consequências do impacto do tornado que atingiu a capital Havana no domingo (27/01), causando pelo menos três mortes e ferindo 172 pessoas. “Os danos são severos”, afirmou o presidente. 

“Realizada reunião do Conselho de Ministros de Cuba para avaliar os impactos das chuvas e tornado em Havana. Todas as medidas para avançar na recuperação”, publicou o presidente cubano em sua conta no Twitter.

Na reunião foram tomadas decisões para implementar de forma imediata a recuperação dos municípios afetados pelo tornado, a atenção aos feridos e a restauração dos serviços básicos.

Durante as primeiras horas da madrugada o presidente cubano e outros dirigentes visitaram os municípios de Guanabacoa, Regla, Diez de Octubre e San Miguel del Padrón com o propósito de se solidarizar frente aos danos causados pelo tornado. 

“Até o momento lamentamos a perda de três vidas humanas e estamos atendendo os 172 feridos. Várias brigadas já se encontram trabalhando no restabelecimento”, disse esta manhã Díaz-Canel. 

Há décadas a capital cubana não era atingida por um tornado, que foi descrito pelo jornal do governista Partido Comunista como um evento “extraordinário”.

* Com teleSur

Wikimedia Commons
Atenção aos mais de 172 feridos e a restauração dos serviços básicos nos municípios afetados foram as primeiras medidas tomadas

Comentários