Ministro de Bolsonaro espalhou foto falsa de manifestação anti-Maduro, diz site

Imagem veiculada pelo chanceler Ernesto Araújo era de passeata realizada em 2017, antes do presidente Nicolas Maduro ter sido reeleito presidente da Venezuela

Redação

São Paulo (Brasil)

Todos os posts do autor

Uma foto postada no dia 31 de janeiro pelo Ministro de Relações Exteriores do governo Bolsonaro, Ernesto Araújo, em sua conta no Twitter, supostamente relacionada às manifestações contra o resultado das urnas que reelegeu o presidente Nicolás Maduro, é falsa, afirma o portal de notícia G1.

A imagem foi destacada em sua postagem com a seguinte afirmação: “O extraordinário movimento pela redemocratização da Venezuela está se avolumando sob a presidência de Juan Guaidó”.

De acordo com a verificação realizada pelo site o registro não é deste ano, como a postagem sugere, mas foi retirada de um vídeo gravado durante um protesto na Venezuela contra o presidente Nicolás Maduro em abril de 2017, ou seja, dois anos antes de Maduro ser reeleito presidente do país, portanto, antes da tentativa de golpe perpetrada por Juan Guaidó.

A publicação do chanceler ainda diz: “Inconformados, países que apoiam ou toleram Maduro querem criar ‘grupos de contato’ ou ‘diálogo’ com seu regime ilegítimo. Isso só serve p/ dar sobrevida à ditadura”.

Crise na Venezuela

No dia 23 de janeiro o deputado do partido oposicionista Voluntad Popular, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente interino da Venezuela durante um comício onde foi simulado uma cerimônia de posse e um juramento.

Em uma tentativa de golpe de Estado, o parlamentar foi reconhecido por governos como o dos Estados Unidos, Brasil, Colômbia, Canadá, além de países da Europa.

Por sua vez, China, Rússia, alguns países da América Latina, além da Organização da Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA) apoiam a legitimidade do governo Maduro. 

Flickr
Imagem veiculada pelo chanceler Ernesto Araújo era de passeata realizada em 2017, antes do presidente Nicolas Maduro ter sido reeleito

Comentários