EUA querem gerar caos e angústia na Venezuela, diz ex-secretário do Comitê dos Direitos Humanos da ONU

Alfred de Zayas destacou que crise na Venezuela é uma situação provocada de forma "completamente artificial" pelos EUA

Redação

Caracas (Venezuela)

AVN AVN

Os Estados Unidos pretendem gerar caos, angústia e confusão na Venezuela, denunciou o ex-secretário do Comitê dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) e antigo especialista independente dessa organização, Alfred-Maurice de Zayas.

Em entrevista para a Russia Today nesta terça (13/03), Zayas recordou que quatro semanas antes do golpe de Estado contra o mandatário socialista chileno Salvador Allende, "houve precisamente um apagão". "Salvador Allende estava no meio de um discurso quando isso ocorre, e evidentemente por trás do apagão estava a sabotagem".

O especialista disse que a ideia, com estas ações, é causar "soçobro, confusão e caos".

Zayas recordou que o "assédio" contra Allende não começou em 1973, mas em 1970 —no começo de seu mandato—, quando o então presidente dos EUA, Richard Nixon, falou com seu secretário de Estado, Henry Kissinger, dizendo "que não ia a tolerar um sistema econômico e social alternativo ao capitalismo".

De Zayas destacou que a crise na Venezuela é uma situação provocada de forma "completamente artificial" pelos EUA.

"É uma situação completamente artificial, não somente é ilegal, mas é artificial, os Estados Unidos então não somente estão causando este caos querem apresentar-se como bom samaritano", afirmou.

O analista, designado pelas Nações Unidas para a promoção de uma ordem internacional democrática e igualitária (2012-2018), destaca que esta estratégia estadunidense "não somente é ilegal e não somente viola o direito internacional consuetudinário", mas leva à morte.

Reprodução
Para Alfred de Zayas, EUA querem criar caos na Venezuela

Comentários