Governo diz que militares pró-Guaidó deixaram base aérea na Venezuela

"Como eles são presunçosos, apareceram lá (na base militar) e disseram 'agora sim, Maduro caiu'", disse Cabello, que subiu em um caminhão para discursar

O presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, o chavista Diosdado Cabello, disse nesta terça-feira (30/04) que os militares leais ao presidente do parlamento da Venezuela e líder da oposição, Juan Guaidó, deixaram a base aérea que tinham tomado ao se rebelarem contra Nicolás Maduro.

Em discurso para centenas de simpatizantes do chavismo que se concentram nos arredores do Palácio de Miraflores, sede da presidência da Venezuela, Cabello disse que os militares que se rebelaram deixaram a base aérea de La Carlota, em Caracas, ao encontrar resistência por parte de soldados leais a Maduro.

"Como eles são presunçosos, apareceram lá (na base militar) e disseram 'agora sim, Maduro caiu'", disse Cabello, que subiu em um caminhão para discursar.

"Fizeram selfies, fizeram fotos e estavam participando abertamente de um golpe de Estado. Quando se deram conta de que não iria funcionar, tentaram se passar por desentendidos", continuou.


Mais cedo, Guaidó divulgou um vídeo ao lado de vários militares na base aérea de La Carlota. Na gravação, o líder da oposição disse que o anúncio marcava o início do que chamava de "Operação Liberdade" para tirar Maduro da presidência da Venezuela.

A Agência Efe constatou que milhares de pessoas que estavam nos arredores de La Carlota deixaram a base aérea e foram até Altamira, principal reduto da oposição em Caracas. O próprio Guaidó se dirigiu ao local para fazer discurso aos críticos do chavismo.

Cabello também disse que parte dos militares que se declararam leais a Guaidó foram enganados, mas que outros aderiram voluntariamente ao movimento comandado pelo líder da oposição. "Cada um terá que assumir sua responsabilidade", disse o presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela.


Agência Efe
Cabello (centro, de vermelho) disse que os militares que se rebelaram deixaram a base aérea de La Carlota

Comentários

Leia Também