EUA se comportam como 'caubói do Oeste' com Venezuela, diz chanceler espanhol

Ministro das Relações Exteriores da Espanha também criticou a ativação, por parte de Washington, do capítulo 3 da lei Helms-Burton contra Cuba

O ministro de Relações Exteriores da Espanha, Josep Borrell, afirmou nesta quarta (08/05), em entrevista à emissora de TV pública do país, que os Estados Unidos se comportam como “caubói” quando o assunto é a Venezuela.

“A administração americana está como o caubói do Oeste, dizendo ‘olha que eu saco minha arma!”, ironizou. “Não queremos que ninguém saque a arma. Ao contrário, estamos pedindo uma solução pacífica, negociada e democrática. Isso é difícil? É.”

Borell classificou de “tentativa de golpe militar” as ações, da semana passada, do deputado opositor Juan Guaidó, que tentou derrubar o governo Maduro dizendo que tinha o apoio de militares. “Seguimos rechaçando as pressões que margeiam as intervenções militares”, disse.

A Espanha, apesar disso, reconhece o que chama de “legitimidade” de Guaidó.

Cuba

O chanceler também criticou a ativação, por parte de Washington, do capítulo 3 da lei Helms-Burton contra Cuba. Este trecho da lei abre caminho para que sejam abertos processos judiciais contra empresas estrangeiras na ilha caribenha, ao dar o direito de apresentar queixas sobre propriedades expropriadas após a Revolução Cubana.

“Ema prova de mais uma falta de cooperação por parte da administração norte-americana e da adoção de medidas fora do seu território que consideramos constituírem um abuso de poder, ao qual nos opomos", disse.

Nabil Mounzer/EFE
EUA se comportam como 'caubói do Oeste', disse Borell

Comentários