Rússia diz que vai reagir se EUA tentarem dar golpe de Estado na Venezuela

Vice-chanceler russo disse que Washington "seguirá" tentando derrubar governo de Nicolás Maduro; ´serviço de Inteligência da Rússia disse que oposição deve tentar novo golpe

Redação

teleSUR teleSUR

Caracas (Venezuela)

O vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, afirmou nesta quarta-feira (22/05) que Moscou irá reagir a qualquer tentativa de golpe de Estado contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

“Vamos fazer frente a toda a tentativa de golpe de Estado, que, até agora, fracassaram e que seguirão sendo promovidos pelos Estados Unidos”, disse Ryabkov à imprensa.

O governo venezuelano tem denunciado, nas últimas semanas, o que chama de “política ingerencista” de Washington, que estaria tentando derrubar o governo Maduro.

O deputado opositor Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino, manteve encontros com autoridades militares estadunidenses buscando, abertamente, uma intervenção militar no país sul-americano.

No último dia 30 de abril, Guaidó tentou dar um golpe de Estado com o apoio de um grupo de militares. Esta tentativa, de acordo com o chanceler venezuelano Jorge Arreaza, teria sido “planejada, financiada e dirigida a partir de Washington”.

Na terça (21/05), o diretor de Inteligência da Rússia, Sergey Narishkin, já havia alertado que parte da oposição venezuelana tentaria dar um golpe de Estado com apoio norte-americano.

Flickr
Rússia afirmou que irá reagir a qualquer tentativa de golpe de Estado contra Nico´las Maduro.

Comentários