Líder social-democrata no Parlamento Europeu diz que conversa entre Moro e Dallagnol é 'escandalosa'

'A democracia e o estado de direito nunca devem ser violados. Isso mostra a verdadeira face dos populistas de direita e seus métodos', disse Udo Bullmann

Udo Bullmann, presidente da Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas (S&D) – segundo maior grupo do Parlamento Europeu -, comentou nesta segunda-feira (10/06) a reportagem do Intercept Brasil com o vazamento de conversas o procurador Deltan Dallagnol e o ex-juiz federal Sergio Moro. Bullman considerou o conteúdo “escandaloso” e pediu liberdade para o ex-presidente.

“Se esta notícia for comprovada, é escandaloso. Apoiamos nossos amigos brasileiros e Lula em sua luta pela justiça. A democracia e o estado de direito nunca devem ser violados. Isso mostra a verdadeira face dos populistas de direita e seus métodos. #Lula #LulaLivre“, publicou o eurodeputado do Partido Social-Democrata Alemão em sua rede social.

PES
Conversa entre Moro e Dallagnol é escandalosa, diz Bullman

Uma série de três reportagens publicadas neste domingo (09/06) pelo The Intercept Brasil expõe mensagens e áudios do ex-juiz federal Sérgio Moro, do procurador Deltan Dallagnol e outros membros do Ministério Público do Paraná que mostram atuação conjunta dos dois para impedir uma vitória eleitoral de Fernando Haddad e antecipar a prisão de Lula. As conversas revelam até que o procurador tinha dúvidas sobre as provas que dizia ter no caso do tríplex.

 Um dos vazamentos mostra que os procuradores da Lava Jato falavam abertamente sobre seu desejo de impedir a vitória eleitoral do PT e tomaram atitudes para atingir esse objetivo; e que o juiz Moro colaborou de forma secreta e antiética com os procuradores da operação para ajudar a montar a acusação contra Lula.

(*) Com Revista Forum

Comentários