Defesa antiaérea síria dispara contra mísseis de Israel próximo às Colinas de Golã

Segundo a agência estatal síria Sana, ainda não há informações sobre vítimas, mas danos materiais foram causados pelas explosões

O Exército da Síria derrubou nesta quarta-feira (12/06) mísseis que israelenses no sul da província de Daraa, próximo às Colinas de Golã, território ocupado por Israel.

Segundo a agência estatal síria Sana, ainda não há informações sobre vítimas, mas danos materiais foram causados pelas explosões.

O ataque aconteceu na madrugada e, "após o ataque, o inimigo israelense começou uma guerra eletrônica, já que os radares [sírios] foram expostos à interferência", afirmou a agência.

Em algumas áreas de Damasco foram ouvidas explosões causadas pelas operações da defesa antiaérea.

Os militares israelenses já tinham atacado alvos sírios por diversas vezes. Israel tem atingido repetidamente a Síria, justificando que isso é necessário para pôr fim às tentativas do Irã de estabelecer uma base militar na República Árabe.

Wikicommons
Segundo a agência estatal síria Sana, ainda não há informações sobre vítimas, mas danos materiais foram causados pelas explosões

Até o momento, Israel não confirmou nem negou a realização dos ataques.

Na semana passada, a imprensa síria havia noticiado outros ataques de mísseis israelenses à base de Homs, também próximo a Golã. Dias depois, o governo israelense confirmou o ataque e justificou dizendo que havia abatido alvos estratégicos em retaliação à um foguete lançado da região.

Segundo as forças israelenses, tropas iranianas e membros do grupo Hezbollah estariam realizando diversos ataques na região para criar uma escalada de tensão nas Colinas de Golã.

Comentários