Apresentadora de TV expulsa convidado que negou ditadura no Chile; assista

"Não podemos compartilhar o espaço da televisão com uma pessoa que está negando parte da história do Chile", disse a apresentadora sobre fala de um dos convidados, que negou ter havido um processo sistemático de tortura durante a ditadura de Pinochet

Redação

Brasil 247 Brasil 247

São Paulo (Brasil)

Um convidado foi expulso de um programa de TV no Chile ao negar ter havido tortura e ditadura durante o governo de Augusto Pinochet. O trecho do vídeo circula nas redes sociais.

O entrevistado era o advogado Hermógenes Pérez de Arce, que falava, junto com outros convidados, no programa Bienvenidos 13 na última sexta-feira. 

A apresentadora Tonka Tomicic pediu para que ele se retirasse do estúdio. "Não se pode compartilhar o espaço televisivo com uma pessoa que está negando parte da história do Chile", justificou. O advogado disse ter sido censurado e se retirou.

O episódio acontece em meio às maiores mobilizações populares em três décadas no Chile. A população está nas ruas em protesto contra as políticas neoliberais do governo de Sebastián Piñera. 

As manifestações têm sofrido fortes repressões de agentes militares, que já deixaram mais de 20 mortos e mais de 200 cegos.

Reprodução
Apresentadora de TV no Chile expulsa convidado que negou ditadura de Pinochet

Comentários

Leia Também