Chanceler venezuelano encontra ministro das Relações Exteriores do Irã, em Teerã

Pelo Twitter, Jorge Arreaza afirmou que o encontro serviu para 'revisar' as relações 'estratégicas bilaterais' entre os países; porta-voz da chancelaria iraniana afirmou que Javad Zarif não irá ao Fórum Econômico Mundial, em Davos

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, se encontrou nesta segunda-feira (20/01) com o chanceler do Irã, Javad Zarif, na capital do país, Teerã, para discutir, e fortalecer, as cooperações entre os países. 

Pelo Twitter, Arreaza afirmou que o encontro serviu para "revisar" as relações "estratégicas bilaterais" e disse que a Venezuela e o Irã "concordaram com a necessidade de defender e fortalecer o Direito Internacional".

"Em Teerã, nos reunimos com o chanceler irmão Javad Zarif. Revisamos temas de geopolítica mundial e nossa relação estratégica bilateral. Ambos concordaram com a necessidade de defender e fortalecer o Direito Internacional, a Carta das Nações Unidas e o Multilateralismo", disse. 


FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI


O chanceler venezuelano ainda encontrará outras autoridades do Irã para discutir questões de interesse nas áreas da indústria, comércio, agricultura e ciência. 

Reprodução
Javad Zarif e Jorge Arreaza se encontram em Teerã, capital iraniana

Segundo a agência IRNA, Zarif disse que apreciou a simpatia do governo da Venezuela e do povo venezuelano após a morte do general da Guarda Revolucionária do Irã Qassim Soleimani, assassinado em um bombardeio orquestrado pelos Estados Unidos. E também pela queda do Boeing 737-800, que caiu em Teerã matando os 176 passageiro.

Fórum Econômico Mundial

Nesta segunda-feira, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã,  Abbas Mousavi, disse que Zarif não irá participar do Fórum Econômico Mundial de Davos, que começa nesta terça-feira (21/01).

De acordo com Mousavi, estava confirmada a participação do chanceler, no entanto a organização do evento mudou o cronograma. A agência Reuters informou que o nome do iraniano não estava mais na lista de convidados do Fórum. 

O cancelamento da ida de Zarif a Davos ocorre na escalada de tensão entre Teerã e Washington, e com as novas sanções dos Estados Unidos contra o Irã.

(*) Com AVN

Comentários