Senado dos EUA aprova limitação de poderes de Trump em ações contra o Irã

Resolução foi aprovada por 55 votos a favor e 45 contra e contou com apoio não só dos senadores democratas, mas também de alguns republicanos

O Senado dos Estados Unidos aprovou na noite desta quinta-feira (13/02) uma resolução para reduzir os poderes do presidente Donald Trump em lançar ataques contra o Irã.

A resolução foi aprovada por 55 votos a favor e 45 contra, o que significa que o documento ganhou o apoio não só dos senadores democratas, mas também de alguns republicanos.

A legislação aprovada obriga a aprovação do Congresso de eventuais operações militares contra o Irã. Os proponentes afirmaram que seu objetivo não é limitar completamente as decisões de Donald Trump no plano internacional.


FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI


A questão de quem deveria tomar a decisão sobre possíveis operações militares contra o Irã tornou-se atual depois que o general iraniano Qassem Soleimani foi assassinado perto do Aeroporto Internacional de Bagdá, em 3 de janeiro de 2020.

White House/Flickr
Resolução foi aprovada por 55 votos a favor e 45 contra e contou com apoio não só dos senadores democratas, mas também de alguns republicano

A operação foi decidida pessoalmente pelo presidente dos Estados Unidos, sem qualquer consulta ao Congresso.

Após o bombardeio que matou Soleimani, a primeira reação de Trump foi a de sugerir uma operação de destruição massiva de alvos no Irã, incluindo locais considerados pela Unesco como Patrimônio Mundial.

Comentários