Unesp debaterá violência contra negros no Dia Internacional contra a Discriminação Racial, 21 de março

Data foi instituída pela ONU em memória ao Massacre de Sharpeville, na África do Sul; Orlando Silva e Leci Brandão participarão do evento na Universidade

Igor Truz | Painel Acadêmico

A violência sistemática sofrida por negras e negros será debatida em evento organizado pela Unesp (Universidade Estadual Paulista) no próximo dia 21 de março, Dia Internacional contra a Discriminação Racial.

Nesta mesma data, no ano de 1960, o bairro de Sharpeville, em Joanesburgo, capital da África do Sul, foi palco de um massacre que terminou com 69 mortos e 186 feridos. Na ocasião, o exército disparou contra negros que protestavam pacificamente contra a Lei do Passe, que os obrigava a portar um documento que indicava por quais locais eles podiam ou não circular. A manifestação reuniu cerca de 20 mil negros.

Para lembrar a tragédia, que ficou conhecida como “Massacre de Sharpeville”, a ONU (Organização das Nações Unidas) instituiu, no ano de 1969, o dia 21 de março como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

Reprodução/Youtube

Thomas Silo, um dos sobreviventes do Massacre de Sharpeville

Na Unesp, o evento acontecerá das 9h30 às 12h30, na reitoria da Universidade, localizada na Rua Quirino de Andrade, 215, 4º andar, no bairro da República, região central da capital paulista. Integrarão a mesas de debates o deputado federal Orlando Silva, a deputada estadual Leci Brandão e o professor da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp, campus de Araraquara, Dagoberto José Fonseca.

O evento inaugura a série de Debates 'Diálogos da Diversidade', que se estenderá ao longo de 2017.

Diálogos da Diversidade
21 de março - 9h30 às 12h30
Rua Quirino de Andrade, 215, 4º andar - República - São Paulo

 

Texto publicado originalmente no site do Painel Acadêmico

Comentários

Leia Também