Idoso na Itália? Só se tiver mais de 75 anos

Sociedade Italiana de Gerontologia e Geriatria anunciou mudança na definição de idoso no país; expectativa de vida chega aos 85 anos

Redação

ANSA ANSATodos os posts do autor

Desde o final do último mês de novembro, a população italiana pode se considerar mais jovem. Segundo a Sociedade Italiana de Gerontologia e Geriatria (Sigg), uma pessoa só pode ser considerada idosa a partir dos 75 anos.

"Uma pessoa de 65 anos hoje tem a forma física e cognitiva de uma pessoa de 45 há trinta anos. Os que têm 75, têm as mesmas condições de quem tinha 55 nos anos 1980", diz Niccolò Marchionni, professor da Universidade de Florença e diretor do departamento cardiovascular do hospital Careggi.

"Os dados demográficos mostram que a expectativa de vida aumentou 20 anos desde 1900 na Itália. Uma grande parte da população entre 60 e 75 anos está em ótima forma e livre de doenças", acrescenta.

Os geriatras anunciaram a adoção de uma definição dinâmica do conceito de "idoso", que se adapta às mutações das condições demográficas e epidemiológicas, levando em conta que, cientificamente, só se é idoso quando se tem uma expectativa de vida de mais dez anos.

Atualmente, a expectativa de vida na Itália é de 85 anos para mulheres e 83, para homens. 


Brian Evans/Flickr CC
Itália muda conceito de idoso: agora, só a partir dos 75 anos de idade

Recomendadas para você

Comentários

Leia Também