Quadro de Delacroix vira grafite com 'coletes amarelos' em Paris

Afresco apareceu em um bairro popular do norte da capital francesa e é assinado por PBOY; movimento tomou as ruas das principais cidades francesas em protesto contra o aumento do preço dos combustíveis

Redação

São Paulo (Brasil)

RFI RFI

Um artista de rua fez um grafite em um muro de Paris no qual reinterpreta o célebre quadro "A liberdade guiando o povo", de Eugène Delacroix. A nova versão da obra histórica ganhou personagens com "coletes amarelos".

O afresco apareceu em um bairro popular do norte da capital francesa e é assinado por PBOY (Pascal Boyart), um artista que se define como autodidata e independente.

No lugar dos insurgentes com fuzis, que participaram da revolução de julho de 1830 do quadro original, foram colocados manifestantes usando coletes amarelos, em alusão ao movimento popular de protesto que agita a França há meses. "Quis retomar o tema da tela, uma das mais conhecidas do mundo, e atualizá-la", explicou.

PBOY é conhecido por pintar obras que denunciam o sistema financeiro. “Pode ser que as finanças sejam a causa das causas por trás destes acontecimentos", denunciou o artista.

O movimento dos "coletes amarelos", que ganhou esse nome em razão dos coletes de sinalização usados por seus participantes, começou como um protesto contra a alto nos preços dos combustíveis. Mas em pouco tempo a mobilização passou a atrair pessoas que contestavam a queda no poder aquisitivo.

Desde meados de novembro o grupo organiza protestos nos fins de semana nas grandes cidades francesas, além de bloquearem algumas estradas do país.

Reprodução
Afresco apareceu em um bairro popular do norte da capital francesa

Comentários