Respeito ao meio ambiente está acima dos interesses econômicos e financeiros, diz papa

Francisco reiterou a importância dos povos indígenas na preservação do meio ambiente

Redação

O papa Francisco encontrou nesta quinta-feira (14/02) os participantes da 4ª Reunião do Fórum dos Povos Indígenas convocada pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), organismo das Nações Unidas. A reunião foi realizada na sede da FAO em Roma e teve como tema: “Fomentar os conhecimentos e as inovações dos povos originários em prol da resiliência às mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável”. 

Ao encontrar o grupo de 38 delegados de 31 povos indígenas provenientes das Américas, África, Ásia e Pacífico, o Papa Francisco observou que “a presença de vocês aqui mostra que as questões ambientais são de extrema importância”, porque o nosso planeta, prosseguiu, “está ferido por causa da avidez humana, pelos conflitos bélicos”, que dão origem a “catástrofes naturais que deixam rastros de penúria e devastação”. O Fórum, instituído em 2011, é uma plataforma de diálogo permanente entre os representantes dos povos indígenas, o FIDA e os governos internacionais.

“Não podemos continuar ignorando estes flagelos respondendo com a indiferença e ou a insolidariedade ou adiando medidas que os afrontem com eficácia ”, afirmou Francisco.

Para o pontífice "somente um vigoroso sentido de fraternidade fortalecerá nossas mãos para socorrer hoje os que precisam e abrir a porta do amanhã às novas gerações”.

Ao falar da presença dos povos originários disse: “Os povos indígenas são um grito vivo em favor da esperança. Recordam que nós, seres humanos temos uma responsabilidade compartilhada com o ‘cuidado da casa comum’ ”

Em seguida ao comentar sobre decisões tomadas no passado que não deram certo afirmou: “nunca é tarde para aprender a lição e adquirir um novo estilo de vida”.

Francisco continuou dizendo “se unirmos as forças e, com espírito construtivo estabelecermos um diálogo paciente e generoso, teremos maior consciência de que temos necessidade uns dos outros, e que uma ação prejudicial ao meio ambiente que nos circunda repercute negativamente também na serenidade e na harmonia da convivência”.

Por sim, o Papa agradeceu os indígenas presentes pela tenacidade com que afirmam que a terra não deve ser apenas explorada sem um objetivo. "Obrigado por levantarem a voz para assegurar que o respeito ao meio ambiente  deve ser sempre salvaguardando acima dos interesses exclusivamente econômicos e financeiros”, disse Francisco.

* Com informações da Vatican News.

Wikimedia Commons
“Os povos indígenas são um grito vivo em favor da esperança.", afirmou Francisco durante a 4ª reunião do Fórum dos Povos Indígenas

Comentários

Leia Também