Apagão no Reino Unido paralisa trens e afeta mais de um milhão de pessoas

Empresa de serviço elétrico britânico disse que problema da queda de energia foi devido falha em dois geradores; aeroporto de Newcastle ficou sem luz por 15 minutos

Uma falha no sistema elétrico do Reino Unido nesta sexta-feira (09/08) afetou mais de um milhão de pessoas, ocasionando a paralisação de trens e mal funcionamento de semáforos em várias cidades.

A companhia ferroviária britânica National Rail informou a população que a estação King's Cross, uma das maiores do Reino Unido, estará inoperante e fechada até a noite desta sexta-feira. A empresa ainda disse que os trens foram foram prejudicados por causa da queda de energia e podem ficar inoperantes até o sábado (10/08).

Na parte da tarde, a distribuidora de energia UK Power Networks, que atende as regiões Sul do país e a capital, informou que estava "ciente" da falta de luz em certos pontos de Londres. "Acreditamos que isso se deve a uma falha na rede da National Grid que está afetando nossos clientes", disse.

A National Grid , estatal que fornece energia ao país, afirmou que o apagão foi gerado por uma falha no sistema de dois geradores.

Jeremy Segrott/ Flicr
Algumas estações fecharam para evitar superlotação

Alguns relatos de passageiros que estavam no transporte público afirmaram que as estações Midlands, South East e a Wales ficaram totalmente sem energia. O mesmo problema foi reportado por uma testemunha que estava no aeroporto de Newclaste. Segundo a fonte, o local ficou 15 minutos sem luz. 

Em alguns locais a energia já foi restabelecida. Algumas distribuidoras locais disseram que 500 mil pessoas foram afetadas. A UK Power Networks, que também faz distribuição elétrica, afirmou que 300 mil clientes ficaram no escuro em Londres e na região sudeste do Reino Unido.

Comentários

Leia Também