Pesquisa que analisou se pizza pode ajudar na prevenção do câncer vence prêmio Ig Nobel

Ganhadores do Ig Nobel embolsaram 10 trilhões de dólares zimbabuanos, moeda extinta em 2009 por conta da inflação que chegou a 230.000.000%

Redação

ANSA ANSA

Roma (Itália)

A Itália está entre uma das vencedoras do prêmio "Ig Nobel", que é uma sátira do tradicional Nobel. O país europeu recebeu nesta quinta-feira (12/09) a premiação por ter desenvolvido um estudo para saber se a pizza fabricada e comida em solo italiano pode ajudar na prevenção ao câncer.

De acordo com os organizadores do evento, o objetivo da premiação é "celebrar o incomum, homenagear a imaginação e estimular o interesses das pessoas na ciência, na medicina e na tecnologia".

A premiação é uma sátira do tradicional Nobel, que premia as pesquisas mais incomuns já realizadas. Os prêmios foram entregues na prestigiada Universidade de Harvard.

Após o tradicional lançamento de aviões de papel em direção ao palco do evento, o italiano Silvano Gallus foi o primeiro premiado do dia ao ter recebido o Nobel de Medicina.

Pixabay
Pizza italiana pode prevenir câncer? Pesquisa foi premiada pelo Ig Nobel

"Uma boa pizza abrange todas as virtudes da dieta mediterrânea", disse Gallus, que também revelou que o tradicional alimento italiano pode ajudar contra infarto do miocárdio e alguns tipos de câncer.

Os ganhadores do Ig Nobel embolsaram 10 trilhões de dólares zimbabuanos, moeda exinta em 2009 por conta da inflação que chegou a 230.000.000%.

Entre outros vencedores, um grupo cientistas foi premiado por comparar cédulas de dinheiro de diferentes países para encontrar as que mais transportam bactérias. Já estudiosos da Arábia Saudita e da Singapura, venceram o Nobel da Paz pela pesquisa que mede o prazer de coçar quando se sente coceira.

Comentários

Leia Também