Zozibini Tunzi, da África do Sul, é coroada Miss Universo 2019 e discursa contra o racismo

'A sociedade foi programada durante muito tempo para não ver a beleza de maneira negra. Mas agora estamos entrando em um tempo em que finalmente as mulheres como eu podem saber que somos bonitas”, disse

Redação

Brasil 247 Brasil 247

São Paulo (Brasil)

Zozibini Tunzi, de 26 anos, Miss África do Sul, foi corada Miss Universo 2019 no último domingo (08/12) em Atlanta, Estados Unidos. Negra, Tunzi discursou contra o racismo após receber o prêmio.

“É uma honra absoluta representar, como negra e africana, a inclusão e a diversidade. A sociedade foi programada durante muito tempo para não ver a beleza de maneira negra. Mas agora estamos entrando em um tempo em que finalmente as mulheres como eu podem saber que somos bonitas”, disse.

Tunzi é a terceira sul-africana a ser coroada Miss Universo. Demi-Leigh Nel-Peters (2017) e Margaret Gardiner (1978) foram as outras duas.


FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI


Reprodução/Instagram
Tunzi foi coroada Miss Universo neste domingo

Comentários