Itália: Quadro roubado há 22 anos é encontrado dentro de galeria onde estava exposto

Obra, pintada pelo austríaco Gustav Klimt em 1917, passará por testes para verificar a autenticidade da obra; dono de galeria diz ter certeza de que se trata da pintura original

Redação

ANSA ANSA

Piacenza (Itália)

O quadro "Retrato de uma Senhora" do célebre pintor austríaco Gustav Klimt, que foi roubado há 22 anos, foi provavelmente encontrado nesta terça-feira (10/12) em Piacenza, na Itália.

A obra foi achada sem querer pelos trabalhadores da galeria onde a obra estava exposta. Na ocasião, os funcionários estavam limpando uma parede e descobriram um alçapão protegido por uma porta de chapa metálica. Ao abrir ele, acharam o famoso quadro dentro de uma sacola de plástico.

O quadro, que foi pintado por Klimt em 1917, passará por testes para verificar a autenticidade da obra. Massimo Ferrari, dono da galeria, afirmou para a emissora BBC que tem certeza que é a pintura original.

O quadro havia sumido da galeria onde foi encontrado no dia 22 de fevereiro de 1997. A polícia italiana irá investigar se foram os ladrões que deixaram a obra escondida ou se passou por outros locais.

"Retrato de uma senhora", de Gustav Klimt

Comentários