QUE PAÍSES TÊM ARSENAL NUCLEAR?

A Ucrânia tem armas nucleares? E a Índia? Veja quais países contam com bombas atômicas - e quais já se livraram delas.

1

RÚSSIA

O país herdou as armas nucleares da antiga União Soviética, da qual fazia parte. Estimativas apontam para cerca de 4.500 bombas atômicas em mãos russas atualmente.

Foi o primeiro país a lançar bombas atômicas (durante a 2ª Guerra). Acredita-se que os EUA tenham pouco menos de 3.700 em estoque.

2

estados unidos

O gigante asiático também é detentor de um arsenal atômico. A Federação de Cientistas Americanos acredita que os chineses tenham 350 bombas guardadas.

3

CHINA

Os franceses também fazem parte do “clube atômico”, com 290 armas em estoque, ainda de acordo com estimativas.

4

frança

Os britânicos também montaram um arsenal nuclear - no momento, acredita-se que haja 180 bombas atômicas no país.

5

REINO
UNIDO

Opera Mundi

Faça uma assinatura solidária de

ASSINE AQUI

Os paquistaneses também desenvolveram sua bomba atômica, e a Federação de Cientistas Americanos acredita que o país possua 165 armas nucleares.

6

PAQUISTÃO

Logo em seguida na lista aparece a Índia, que tem um histórico de tensão com os paquistaneses. Estima-se que Nova Délhi possua 160 bombas.

7

índia

Israel nunca admitiu que tivesse armas atômicas, mas a comunidade internacional tem elementos para acreditar que o país as possua pelo menos desde 1966. Estimativas falam em 90 bombas.

8

ISRAEL

Além de foguetes e outras armas, os norte-coreanos também possuem armas atômicas de fabricação própria - 20, segundo a Federação de Cientistas Americanos.

coreia do norte

A Ucrânia já teve armas atômicas  (herança do fim da União Soviética), 
mas se desfez de todas em 1994, com o compromisso de que o país teria suas fronteiras respeitadas.

MAS E A UCRÂNIA?

África do Sul
Belarus
Cazaquistão

Os seguintes países já tiveram armas atômicas, mas também se desfizeram delas:

Alemanha
Bélgica
Itália
Turquia
Holanda

A Otan tem um programa de compartilhamento de armas atômicas em países europeus. Elas ficam sob custódia de bases aéreas norte-americanas:

Texto e desenvolvimento:
Rafael Targino

Imagens:
Unsplash
Wikimedia Commons

Visite Opera Mundi