Em Minas Gerais, Pepe Mujica diz temer efeito da crise política brasileira sobre jovens

'Democracia é falha, mas a pior derrota é o desencanto', afirmou o ex-presidente do Uruguai durante homenagem no Estado

Redação

Clique para acessar todas as matérias e artigos de Opera Mundi e Samuel sobre o processo de impeachment

O senador e ex-presidente uruguaio José 'Pepe' Mujica recebeu, nesta quinta-feira (21/04), em Minas Gerais, o Grande Colar, grau máximo da Medalha da Inconfidência. Durante a cerimônia, comentou que o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff pode ter efeito negativo sobre os jovens, resultando em um desencanto pela política.

Agência Efe

Segundo José 'Pepe' Mujica, que recebeu homenagem em Minas Gerais, "p
ior que as derrotas é este desencanto” 

“Por que digo isso, mineiros? Porque o resultado que pode ter, para as novas gerações, o conflito que está vivendo o Brasil, é que muita gente jovem termine com esta conclusão: a política não serve para nada e são todos iguais. Há que se salvar a política. E não é um problema de um partido. É um problema do Brasil. (...) Pior que as derrotas é este desencanto”, declarou.

"A vida me ensinou algumas coisas. Os únicos derrotados são os que deixam de lutar. Mas vocês têm que saber que não há um prêmio no fim do caminho. O prêmio é o próprio caminho. A nossa luta é muito bela”, disse ele.

Homenagem

O Grande Colar é a maior condecoração de Minas Gerais e é concedido às personalidades que prestaram serviços relevantes ao Estado, ao Brasil ou à humanidade.

A distinção foi entregue a Mujica pelo governador do Estado, Fernando Pimentel (PT), em cerimônia realizada na cidade histórica de Ouro Preto.

 

Mujica foi recebido com honras militares e acompanhou o governador na entrega de flores no monumento a Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

O ex-presidente uruuguaio também participou de um ato que marcou o início da Marcha pela Democracia em Minas Gerais, que sairá de Ouro Preto nesta quarta-feira (21/04) e deverá chegar a Belo Horizonte em 26 de abril.

 

Comentários