Após terremoto, México recebe solidariedade de governos latino-americanos

É o maior abalo sísmico sofrido pelo país desde 1932, Guatemala também sofreu os impactos e alerta de tsunami foi ativado para outros países

Nesta sexta-feira (08/09) presidentes de diversos países da América Latina se solidarizaram com a população mexicana que foi atingida na noite de quinta-feira (07/09) por uma terremoto de 8,2 graus. O abalo sísmico também atingiu a Guatemala afetando mais de 3 mil pessoas. 


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A presidente do Chile, Michelle Bachelet ofereceu a ajuda de seu país.

"Ofereço nossa colaboração para o que necessitarem", disse a governante em sua conta do Twitter.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, também manifestou solidariedade e disposição de colaborar com os afetados pelo terremoto. No país, vivem entre 2,5 mil e 3 mil bolivianos, segundo a embaixada no México.

"A nossa solidariedade com vítimas e afetados pelo terremoto de 8.2° que afetou o povo irmão mexicano. Estamos prontos para colaborar", escreveu o governante no Twitter.

México: Tijuana, cidade dos imigrantes e deportados

México lamenta decisão dos EUA de encerrar programa para mais de 800 mil jovens imigrantes

Terremoto atinge o México e gera alerta de tsunami para países da América Latina

 

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, disse em seu Twitter: "Irmãos mexicanos, estamos com vocês e queremos ajudar. Somos uma só força para enfrentar este momento".

Agência Efe

Além do México, o terremoto afetou a Guatemala também e gerou alerta de tsunami para outros países da América Latina


O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, também manifestou ao presidente mexicano, Peña Nieto, a disposição da Colômbia a prestar ajuda nesta situação de emergência.

"Uma solidária saudação ao povo mexicano após o terremoto de ontem à noite. Presidente Peña Nieto @EPN, conte conosco", disse Santos no Twitter.

Este é o terremoto de maior magnitude no México desde 1932, teve o epicentro a 133 quilômetros ao sudoeste de Pijijiapan, no litoral do estado de Chiapas (sudeste). O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico (PTWC) ativou após o terremoto um alerta para México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador.

*Com informações da EFE.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

A XV Semana de Relações Internacionais da PUC-SP se propõe a debater diversos temas de suma importância no mundo global, diverso, construído por múltiplas interseccionalidades e difíceis obstáculos que emergem em tempos nebulosos, incertos e de repressão e transgressão. Assim, o Centro Acadêmico de Relações Internacionais da PUC-SP convida todos a participarem de uma semana repleta de debates, circunscrevendo: a Segurança Pública e Internacional; aos desafios da migração num mundo de muros e fronteiras; aos direitos em oposição com a determinação neoliberal; aos discursos de resistência e política do Sul outrora colonizado; a inserção internacional brasileira pela política externa e comercial; aos desafios da saúde num mundo global e capitalista. Mini-cursos sobre desenvolvimento da África e narrativas alternativas ao desenvolvimento progressivista na América Latina e um workshop com a Professora Dra. Mônica Hirst serão oferecidos
Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias