Conservador anti-imigração, Zeman é reeleito na República Tcheca

rfi - português do brasil
Político é conhecido por confrontar abertamente a União Europeia; esta é a segunda eleição presidencial com voto universal direto na história do país

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O presidente tcheco Milos Zeman, político de tendências conservadoras e próximo a Moscou e Pequim, foi reeleito neste sábado (27/01) ao superar o candidato pró-Europa, Jiri Drahos, após a apuração de 99% das urnas.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Milos Zeman, de 73 anos, recebeu 51,55% dos votos, contra 48,44% para Drahos, de 68 anos, após a apuração de 99,3% das urnas, segundo a televisão pública tcheca neste sábado (27/01). "Permitam-me agradecer a todos os eleitores que participaram nestas eleições", afirmou Drahos em sua primeira reação, já antecipando os resultados definitivos.

Zeman, conhecido por sua postura contrária à imigração e por confrontos com a União Europeia, tem amplo apoio na zona rural, enquanto Drahos é o preferido dos meios intelectuais e das áreas urbanas. Esta é a segunda eleição presidencial com voto universal direto na história da República Tcheca

Wikimedia Commons

Milos Zeman, de 73 anos, recebeu 51,55% dos votos

Suprema Corte libera aplicação total de veto migratório de Trump

Trump chama Haiti e nações africanas de 'países de merda'

Milhares de austríacos vão às ruas contra governo de extrema-direita

 

O resultado da segunda rodada das eleições presidenciais parecia muito apertado entre o candidato pro-europeu Jiri Drahos e o presidente Milos Zeman no início da apuração dos votos válidos, com uma pequena margem de diferença entre os dois políticos.

A eleição reflete a polarização da vida política na República Tcheca, entre os campos progressista e conservador. Milos Zeman foi um dos raros líderes europeus a apoiar a candidatura de Donald Trump nas eleições presidenciais de 2016 nos EUA.

Publicado originalmente na RFI Brasil

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Os supersalários das Forças Armadas

Nossa reportagem levantou todos os salários de militares e encontrou centenas acima do teto, indenizações de mais de R$ 100 mil e valores milionários pagos no exterior