Fim de apuração confirma que Nobel da Paz foi reeleita na Libéria

Ellen Johnson-Sirleaf venceu o segundo turno com 90,7% dos votos

Efe

Todos os posts do autor

A Comissão Nacional Eleitoral da Libéria declarou nesta terça-feira a presidente do país, Ellen Johnson-Sirleaf, como ganhadora oficial do segundo turno das eleições do último dia 8, após o fim da contagem de votos que confirma sua vitória arrasadora.

Ellen, do UP (Partido da Unidade), obteve 90,7% dos votos, contra 9,3% do opositor Winston Tubman, do CDC (Congresso por Mudanças Democráticas).

A participação dos eleitores nas urnas foi de 38,6%, índice baixo devido em parte ao boicote feito por Tubman e pelo CDC, que resultou em confrontos com a Polícia na véspera do pleito, quando pelo menos três pessoas morreram.

Primeira mulher presidente de um país africano e agraciada com o Prêmio Nobel da Paz dias antes do primeiro turno, no dia 11 de outubro, Ellen permanecerá no cargo durante mais cinco anos.

No entanto, Tubman, que denuncia fraudes no primeiro turno, afirmou no fim de semana passado que não reconhecerá o governo resultante.

Essa eleição foi a segunda realizada na Libéria desde o fim da guerra civil que devastou o país entre 1989 e 2003 e causou cerca de 250 mil mortes. 

Comentários

Leia Também