Mídia internacional noticia incêndio 'impactante' em São Paulo

Pagina 12, The New York Times, El Pais, entre outros veículos, destacaram desabamento que ocorreu em ocupação no Largo do Paissandu; veja repercussão

Redação

Um incêndio de grandes proporções no centro de São Paulo causou o desabamento de um prédio de 24 andares na madrugada deste terça-feira (01/05). A antiga sede da Polícia Federal no Largo do Paissandu estava ocupada por famílias que reivindicavam moradia. A notícia ganhou destaque na imprensa internacional.

O argentino Pagina 12 noticiou o desabamento como um “impactante incêndio” em São Paulo. O jornal destacou que “o fogo começou às 01h30 e se alastrou rapidamente pelos andares do edifício”. O texto também diz que o prédio alojava cerca de 50 famílias.

A emissora multiestatal TeleSur também detalhou o acontecimento. “As autoridades brasileiras reportaram nesta terça-feira o desabamento de um prédio após um incêndio ocorrido no centro de São Paulo que afetou dois edifícios”, diz. A emissora também relata que “o foco do incêndio foi contido e residentes de um hotel próximo foram evacuados”.

Reprodução

 O argentino Pagina 12 noticiou o desabamento como um “impactante incêndio” em São Paulo

O jornal mexicano La Jornada relata que “os acontecimentos foram registrados no início da madrugada após um incêndio iniciado no quinto andar do prédio” que já abrigou a sede da Polícia Federal.

Segundo o jornal norte-americano The New York Times, o “incêndio se espalhou rapidamente por um prédio de mais de 20 andares, matando uma pessoa, segundo autoridades locais”. O diário destacou que 160 bombeiros foram chamados para conter as chamas e que as autoridades ainda não sabem explicar o motivo do incêndio.

O jornal espanhol El Pais relatou que “o colapso de um arranha-céu em chamas no Brasil” deixou ao menos uma pessoa morta e ao menos três desaparecidas. “A única vítima confirmada é um homem que estava sendo resgatado pelos bombeiros quando o arranha-céu localizado no Largo do Paissandu desmoronou”, diz o texto.

O português Público afirma que o fogo “espalhou-se rapidamente, atigindo um edifício vizinho no largo do Paissandu, na República. Esse segundo prédio foi evacuado e, de acordo com os bombeiros, não há risco de desabar”. Também segundo o portal, pelo menos três quarteirões foram isolados na região do centro de São Paulo.

Comentários