Enfrentamentos entre exército e grupo deixa 6 mortos na Venezuela durante exercícios militares

Segundo major-general Jesús Suárez Chourio, também foi detida uma mulher no episódio

Seis pessoas morreram neste sábado (26/08) em enfrentamentos entre o exército e um agrupamento no estado Táchira, fronteiriço com a Colômbia, no marco dos exercícios militares realizados na Venezuela, informou o major-general Jesús Suárez Chourio.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"Estávamos vasculhando, patrulhando e protegendo nossa fronteira. Nesta operação, nos encontramos com um grupo gerador de violência chamado Los Rastrojos. O enfrentamento foi provocado, dando como resultado seis elementos abatidos", disse Chourio em declarações ao canal estatal "VTV".

O militar apontou que no incidente também foi detida "uma cidadã" que, segundo disse, está contribuindo com "informações valiosas para esclarecer o caso e chegar às conexões de fatos irregulares aqui na Venezuela".

O grupo "Los Rastrojos" surgiu em território colombiano após a desmobilização da organização paramilitar Autodefesas Unidas da Colômbia.

Bolívia: Morales afirma que "se algo acontecer a Maduro será culpa de Vicente Fox"

Conselheiro para Segurança Nacional da Casa Branca desmente Trump e nega 'opção militar' na Venezuela

Sanções dos EUA são "pior agressão" à Venezuela em 200 anos, diz chanceler venezuelano

 

Agência Efe

Incidente ocorreu durante o final de semana de exercícios militares que ocorre no país

Chourio explicou que havia munição, material de "intendência", "um uniforme do Exército colombiano com nomes e sobrenomes" e "hierarquização e grau" em posse do grupo.

O governo venezuelano afirma constantemente que existem "paramilitares colombianos" infiltrados no país, e a fronteira foi durante anos um canal aberto para o crime organizado.

Além disso, Chourio destacou que os exercícios militares nos estados fronteiriços obtiveram "excelentes resultados".

"Vimos o alto preparo do exército em suas missões dentro deste exercício (que consiste em) pôr às ordens do sistema defensivo territorial todas as suas forças e equipamentos", disse.

O presidente Nicolás Maduro ordenou a realização de algumas práticas militares neste final de semana, após o presidente dos EUA, Donald Trump, indicar no último dia 11 de agosto que não descartava a "opção militar" contra a Venezuela.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Inspirada pela Revolução Russa, a Alameda Casa Editorial fez uma seleção de 100 livros com desconto de 20% e frete grátis. São livros que tratam da sociedade capitalista, do mercado de trabalho, do racismo, do pensamento marxista, das grandes depressões econômicas, enfim: do pensamento social que, direta ou indiretamente, foi influenciado pela revolução dos trabalhadores de 1917. Aproveite.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias