Espancamento de mulher grávida e estupro masculino: Snowden expõe mais torturas de nova diretora da CIA

Senado dos EUA confirmou a nomeação de Gina Haspel como próxima diretora da Agência Central de Inteligência com 45 votos a favor, de um total de 54

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

A nomeação de Gina Haspel como diretora da CIA foi recebida com uma forte oposição entre os legisladores norte-americanos, já que ela esteve envolvida no uso de métodos de interrogação extremos pela agência. O ex-agente da NSA Edward Snowden afirmou, em seu Twitter, que a nova diretora participou do programa de torturas cruel, bem como encomendou a destruição do vídeo com evidências.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"Note: Gina Haspel participou do programa de tortura que envolvia bater na barriga de uma mulher grávida (inocente), estupro anal de um homem com a comida que ele tentou rejeitar, e congelamento de um prisioneiro algemado até a morte. Ela pessoalmente escreveu o pedido para destruir 92 gravações das torturas da CIA", disse.

​O Senado dos EUA confirmou a nomeação de Gina Haspel como a próxima diretora da Agência Central de Inteligência com 45 votos a favor, de um total de 54, na quinta-feira (17/05). De acordo com gravações divulgadas pela Universidade George Washington, ela supervisionou a tortura de um prisioneiro, incluindo afogamento simulado, e mandou destruir as evidências.

Comunidade internacional teme escalada de violência em Gaza

União Europeia ameaça responder a sanções comerciais dos EUA de forma proporcional

Senado dos EUA confirma Gina Haspel como diretora da CIA

 

Wikimedia Commons

Gina Haspel foi confirmada como nova diretora da CIA pelo Senado

Na semana passada, o senador norte-americano John McCain recusou-se a votar a favor da nomeação de Haspel devido ao "papel perturbador na supervisão do uso de torturas pelos americanos".

Durante as audiências dela no Senado em 9 de maio, Haspel prometeu não renovar o programa de detenção e interrogação sob a sua liderança, embora tenha dito que táticas de tortura são imorais.

Haspel, de 61 anos de idade, será a primeira mulher na posição da diretora da CIA.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990