Estados Unidos reconhecem impeachment do presidente Fernando Lugo

Departamento de Estado pede que população haja com calma e pacificamente

O departamento de Estado dos EUA reconheceu na noite desta sexta-feira (22/06) o impeachment do presidente paraguaio Fernando Lugo.

Em nota oficial, o país diz que "reconhece o voto do senado paraguaio pelo impeachment do presidente Lugo" e "pede para que todos os paraguaios ajam pacificamente, com calma e responsabilidade, dentro do espírito dos princípios democráticos" da nação.

Leia mais:
Paraguai: o golpe e o dedo de Washington
O impedimento de Lugo é um ataque contra a democracia

WikiCommons

 

Impeachment de Fernando Lugo foi, sim, um golpe

Lugo diz que "democracia paraguaia foi agredida", mas aceita decisão do Senado

OEA se surpreende com "sentença rápida" no Paraguai

 

Antes, o porta-voz para América Latina do departamento de Estado norte-americano, William Ostick, afirmava que os Estados Unidos desejavam alcançar um "escrupuloso" respeito no processo contra o presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

Segundo a AFP, Washington acompanha de perto a crise no Paraguai e sua embaixada em Assunção observa a situação muito atentamente. "Com base nos compromissos com a democracia no continente, é importante que as instituições do governo sirvam aos interesses do povo paraguaio", destacou Ostick. "Para tal, é criticamente importante que estas instituições ajam de maneira transparente e que os princípios do devido processo e dos direitos do acusado sejam escrupulosamente respeitados", completou o porta-voz americano.

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

O livro que você quer!

O livro que você quer!

A Editora Alameda selecionou 31 títulos especialmente para você, leitor de Opera Mundi. Alguns destaques: Vila Buarque, o caldo da regressão, de Marcos Gama; Autoritarismo e golpes na América Latina, de Pedro Estevam Serrano; Machado de Assis - a Poesia Completa; A formação do mercado de trabalho no Brasil, de Alexandre de Freitas Barbosa; Nós que amamos a revolução, de Américo Antunes; Jorge Amado na Hora da Guerra, de Benedito Veiga; Da Pizza ao Impeachment, de Roberto Grün; Tsimane, de Aline Vieira, e Casa da Vovó, de Marcelo Godoy. A lista é incrível, aproveite. Tem alguns descontos convidativos e o frete é grátis para todo o Brasil.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias