'Imaginação sem limites', diz França sobre avaliação do Brasil que considera país europeu como ameaça

Relatório do Ministério da Defesa brasileiro coloca França como ameaça pelos próximos 20 anos

A embaixada da França no Brasil publicou uma nota nesta sexta-feira (07/02) rebatendo o documento elaborado pela a cúpula militar brasileira que coloca o país europeu como uma das ameaças para os próximos 20 anos.

"Forças armadas de todos os países realizam frequentemente esse tipo de exercício de análise de cenários. Entretanto, nós saudamos a imaginação sem limites dos autores desse relatório", diz a nota divulgada pela representação diplomática francesa.

Em um dos cenários descritos no documento sigiloso chamado Cenários da Defesa 2040, ao qual o jornal Folha de São Paulo teve acesso, a França formalizaria em 2035 um "pedido de intervenção das Nações Unidas na Região Ianomâmi" na Amazônia. 


FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI


Ainda segundo o documento dos militares brasileiros, isso provocaria uma mobilização das Forças Armadas francesas na fronteira da Guiana com o Brasil.

Outros conjecturas feitas pelo documento brasileiro envolviam instalações de bases norte-americanas em território nacional e um ataque biológico com coronavírus durante a edição do Rock in Rio do ano 2039.

Wikicommons
Governo francês foi alvo de ataques diplomáticos do governo do presidente Jair Bolsonaro

Em sua resposta, a embaixada da França lembrou que "o Brasil é o nosso principal parceiro estratégico na América Latina e que a França conserva, há décadas, relações de cooperação diárias, estreitas e amigáveis com as Forças Armadas brasileiras".

Além disso, como citado pela Folha de São Paulo, a França possui uma parceria militar sólida com o Brasil, que inclui produção de helicópteros e submarinos.

O governo francês foi alvo de ataques diplomáticos do governo do presidente Jair Bolsonaro após ser um dos primeiros países a se posicionar abertamente contra a política ambiental que tem sido adotada na atual gestão. O presidente da França, Emmanuel Macron, e sua esposa, Brigitte Macron, chegaram a ser alvos de ofensas pessoais por parte do presidente.

*Com reportagem de Lucas Rocha na Fórum

Comentários