Presidente palestino anuncia suspensão de acordos assinados com Israel

Mahmoud Abbas não especificou quais acordos serão interrompidos; Israel 'decidiu renegar suas obrigações com os acordos assinados e continuar a matar e prender cidadãos palestinos', disse

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, anunciou nesta quinta-feira (25/07) que a Autoridade Nacional Palestina vai suspender todos os acordos bilaterais com Israel após "todas as violações contra o nosso povo".

"Anunciamos a decisão da liderança de interromper a implementação dos acordos assinados com o lado israelense", declarou Abbas afirmando que a decisão vai valer a partir da sexta-feira (26/07). Ambas as partes mantêm acordos bilaterais em áreas como segurança e abastecimento de água. Entretanto, Abbas não especificou quais acordos sofrerão a suspensão.

O anúncio do líder palestino acontece depois das forças de Israel demolirem na segunda-feira (22/07) casas em Sur Baher, região que fica entre Jerusalém Oriental e a Cisjordânia. Autoridades israelenses alegaram que o motivo da demolição foi por questões de segurança. 

Ainda na segunda-feira, Abbas condenou todas as demolições e responsabilizou Israel pelo ato. "Responsabilizamos Israel perante a comunidade internacional e acabamos automaticamente com todos os acordos assinados com Israel", afirmou.

wikimedia Commons
Mahmoud Abbas condenou a demolição de casas pelas forças de Israel em território do ANP

O presidente palestino ainda afirmou que as demolições das casas representavam "uma violação da legitimidade internacional dos acordos assinados entre nós, uma questão que somente pode ser identificada como limpeza étnica e um crime contra a humanidade".

Segundo Abbas, Israel "decidiu renegar suas obrigações com os acordos assinados e continuar a matar e prender cidadãos palestinos, demolir suas casas, confiscar suas terras, fechar suas vias com centenas de barreiras, construir muros que desprezam os limites dos territórios palestinos e impor uma política de separação racista - um arpartheid".

Comentários